Formatos de Conteúdo: Derive Seu Conteúdo e Expanda o Alcance de Sua Mensagem

formatos de conteúdo

A derivação de conteúdo alavanca sua exposição, pois torna seu conteúdo onipresente. Conheça os formatos de conteúdo nos quais você pode apresentar sua mensagem.

O que é derivação de conteúdo? É o ato de, partindo de um conteúdo original, criar diversas versões nos mais variados formatos de conteúdo ou apresentação, a fim de amplificar sua presença e a chance de seu conteúdo ser encontrado e consumido.

Insisto que, se você pode que fazer apenas uma única coisa, a fim de manter o interesse no seu negócio em alta, escolha produzir conteúdo original e relevante. A alternativa de não se produzir conteúdo, a fim de atrair visitação orgânica, natural, é estar sempre começando do zero, comprando tráfego, montando listas e audiências que não terão maiores envolvimentos…

E suas presenças online, além dos blogs, vão oferecer o que? Hoje, um blog, por si só, é um modelo inviável. Você precisar divulgar o conteúdo nas redes sociais, fazer e-mail marketing, produzir vídeos, oferecer conteúdo premium, cursos e muito mais.

Ter apenas uma vitrine é um óbvio contrassenso, mas, o fato de você estar aqui, já mostra que você percebe a importância da produção de conteúdo para seu negócio online, e para a sustentabilidade de seu empreendimento.

É certamente muito poderoso esse conhecimento, tanto é que no Curso de Marketing de Conteúdo, que fiz com o Rafael Rez, falamos de 60 formatos de conteúdos em 19 grupos. Você pode pulverizar ainda mais sua presença se usar de forma inteligente a derivação de conteúdo.

Formatos de Conteúdo utilizados na Derivação de Conteúdo

As mensagens podem ser apresentadas de diversas formas, ou seja, um mesmo conteúdo pode ter apelo visual, um ótimo texto, esquemas e/ou comparações. E o mais importante, sobretudo, é perceber que quem escolhe a forma que deseja consumir é o visitante.

É possível, também, que a pessoa chegue ao seu conteúdo por caminhos cruzados, como, por exemplo, lendo um post de rede social, que apresentou uma competente chamada para ação, que, por sua vez, levou a pessoa a se cadastrar no seu blog para ser informada de novos conteúdos do assunto que você trata.

Assim, você tem que conhecer todas as possibilidades, e definir aqueles que lhe são possíveis ou interessantes.

A seguir, vamos listar alguns formatos de conteúdo comuns, categorizados por terem ênfase em apresentar a mensagem em formatos diversos, como:

Conteúdo Escrito – A origem da derivação para outros formatos de conteúdo

Os conteúdos em texto são, certamente, a base da derivação de conteúdo. É a partir dos textos, acima de tudo, que se vai para outros formatos de conteúdo.

As possibilidades são:

  • Artigos,
  • Notícias,
  • Posts (de blog e nas mídias sociais),
  • Tweets,
  • Títulos,
  • Chamadas para a ação,
  • Colunas,
  • Editoriais,
  • Melhores Práticas,
  • Memes, e outros.

Conteúdo Opinativo

Os conteúdos opinativos ganharam importância com as estratégias de otimização para buscas e nos processos de pesquisa e escolha, visto que, hoje, ninguém compra coisa alguma online sem analisar as opiniões de quem já comprou.

Os formatos de conteúdo mais comuns são:

  • Reviews (resenhas ou análises),
  • Testemunhos, e
  • Comentários.

Conteúdo Visual

Destacadamente ou completando produções de texto, o conteúdo visual é imprescindível, nas suas mais diversas possibilidades e, por isso, têm publico cativo.

Dessa forma, os modelos visuais mais importantes na derivação de conteúdo são:

  • Imagens de posts ou corroborando com a mensagem,
  • Banners,
  • Quadrinhos,
  • Charges, e
  • Gifs animados.

Conteúdos Esquemáticos

Seja porque o apoio visual ajuda, ou porque podem ser gerados a partir dos dados disponíveis, muitas pessoas preferem analisar as informações por meio de conteúdos em formato de esquemas.

Os exemplos de formatos esquemáticos de conteúdo são:

  • Mindmaps,
  • Fluxogramas,
  • Planilhas,
  • Estatísticas,
  • Templates,
  • Frameworks, e
  • Infográficos.

Formatos de Conteúdo Educacional

Ensino Presencial – Muitos acham que nada substitui o contato, a proximidade, assim, a autoridade gerada pelo ensino presencial, para estes, é imbatível, principalmente se aliado à socialização e ao networking.

  • Cursos Presenciais,
  • Eventos,
  • Palestras,
  • Painéis,
  • Cursos in-company,
  • Encontros de Grupos de MeetUp,
  • Mentorias, e
  • Masterminds

Ensino a distância – Essa possibilidade disruptiva, embora não tão recente, chegou e decididamente se tornou protagonista no ensino. o EaD é a forma de ensino que mais cresce, porque sua praticidade, aliada à capacidade de escolha de horários e métodos, tem forte apelo.

  • Cursos online,
  • Webinários,
  • Congressos online,
  • Mentorias online, e
  • Lives.

Formatos de Conteúdo em Vídeo

A fim de se ter noção da importância do vídeo, o Youtube é, hoje, a segunda maior busca do mundo, depois apenas do Google. Por isso, produzir vídeos tornou-se obrigatório para qualquer negócio online.

Os formatos de conteúdo em vídeo podem apresentar:

  • Mensagens,
  • Animações,
  • Entrevistas,
  • Debates,
  • Documentários,
  • Experimentos,
  • Webinários,
  • Lives,
  • Gravação de Eventos,
  • Palestras, e outros.

Conteúdo off-line

Há um mundo enorme off-line e você pode conquistá-lo. As versões online de publicações off-line crescem a cada dia, mas ainda representam pequena parte do bolo.

Os formatos mais comuns são:

  • Livros,
  • Revistas,
  • Programas de TV,
  • Programas de Rádio, e outros.

A fim de comunicar ou apresentar às mídias tradicionais o seu conteúdo ou produto, use ou pense em termos de:

  • Press releases,
  • Entrevistas,
  • Participações, e
  • Presenças.

Conteúdo em áudio

Os formatos de conteúdo em áudio estão em um momento de boa popularidade, porque são práticos e inclusivos. Afinal as pessoas com deficiência visual podem usufruir dessa possibilidade.

As formas mais comuns são:

  • Podcasts,
  • Audiobooks,
  • Áudios.

Perguntas e Respostas

As pessoas adoram um Q&A, assim, a fim de saber o que acham de seu conteúdo, então, aprenda a perguntar! Quer dicas de temas para tratar? Questione!

Portanto, faça:

  • Enquetes,
  • Questionários,
  • Perguntas e respostas,
  • Mesas redondas,
  • Estratégias de gamificação (ou seja, conteúdos nos formatos de jogos de perguntas e respostas, questionários, e tarefas, para premiar os participantes com possibilidades diferenciadas e vantajosas).

Conteúdos Instrutivos e de Definição

How-to – Entre os principais termos complementares de busca está a palavra “como”, porque as pessoas querem saber como fazer, como funciona, como aprender… Para cuidar de outro importante termo complementar de busca, o que é, as definições de termos constituem informação importante.

Para definir ou fazer saber, crie:

  • Tutoriais,
  • Guias, e
  • Glossários.

Conteúdos em Formatos Corporativos

Ferramentas fortíssimas quando os leads estão em fase de análise, alguns formatos de conteúdo são primordiais para o mundo corporativo:

  • Estudo de casos, e
  • Whitepapers.

Conteúdos de Timing

Como aproveitar a onda, as tendências, o momento, o conteúdo (e o sucesso) alheio, a fim de capitalizar sobre boas discussões? Entre na discussão! Isso é possível fazendo:

  • Newsjacking.

Conteúdos de Agrupamentos

Sempre úteis como fonte de consulta e ferramenta de convencimento, os agrupamentos de conteúdo geram outras formas de exposição como, por exemplo:

  • Glossários,
  • Citações,
  • Compilações, e
  • Curadoria.

Programas

Então, você já pensou em ferramentas e aplicativos como meio de entregar conteúdo? Use:

  • Ferramentas, e
  • Aplicativos (Apps).

E-mail

O e-mail é a 2ª estratégia mais antiga de marketing digital (só perde para o conteúdo), mas não perde a força, pelo contrário, sua importância é cada vez mais patente.

Produza mensagens de e-mail como:

  • Comunicados,
  • Propostas,
  • Newsletters (boletins),
  • Séries de autoresponders.

Apresentações

A ferramenta preferencial dos palestrantes continua forte para os que gostam de, a partir de conteúdo apresentado em tópicos e, assim, chegar às suas próprias conclusões.

Crie:

  • Slides em Power Point ou ferramentas para tablets como Google Slides ou Keynote.

Conteúdos em Aplicativos de Mensagens

Finalmente, o WhatsApp Marketing e seu correspondente no Telegram são realidades que vêm obtendo resultados relevantes, mas, neles, o formato de conteúdo mais comuns são as mensagens comuns, devido à sua instantaneidade.

Normalmente elas indicam que se siga para outra plataforma, mas também auxiliam na comunicação de grupos de mentoria.

Em conclusão, derive para novos formatos de conteúdo!

Imagine quantas variações você pode tentar. Só aqui apresento 78 possibilidades. Logicamente nem todo conteúdo pode originar tantas variações, mas tenho um curso com ótimas ideias de como otimizar essas possibilidades.

Produzir conteúdo original e de qualidade não é fácil, pois dá trabalho. Então temos que espalhar todos os conteúdos que produzimos pelo maior número de vitrines possível. A derivação é a forma de se fazer esse trabalho, mas não significa, simplesmente, copiar e colar o mesmo conteúdo nas diversas plataformas, nem tampouco publicar tudo ao mesmo tempo.

É preciso alimentar as várias frentes com competência, gerando interesse, conexões e visitas, ao mesmo tempo que se conquista autoridade. Isso torna o ciclo de vida de um conteúdo mais longo, porque você retira mais resultados de cada publicação. É importante notar, todavia, que para isso você precisa estar em cada local de forma peculiar e competente, falando a língua daquela plataforma.

Note uma coisa importante, que já falei, e repetirei diversas vezes ao longo de meus conteúdo, pois é muito importante: saiba que suas mídias sociais não são exatamente suas…

Tudo parte (ou deve partir) do seu blog. Ele é, acima de tudo, a sua casa, o único lugar onde a audiência é realmente sua. É onde você capta e-mails, conquista recomendações, seguidores e autoridade, enfim, o único lugar onde você tem 100% da administração.

A Curadoria, uma forma de catalogar e apresentar trabalhos de terceiros, é uma possibilidade tão vasta e interessante que, merece uma série específica. Em resumo, volte sempre para saber mais ou cadastre-se para ser informado das novas publicações.

A MarketingDigital.com.br

Na MarketingDigital.com.br, por exemplo, procuramos derivar ao máximo nosso conteúdo e isso acontece porque sabemos que podemos multiplicar, em média, 6 vezes a exposição de nossa produção utilizando dessa possibilidade.

Derivar é tão importante quanto é complexo, mas, pela sua importância é que procuramos produzir aqui mesmo na Clicktime, nossa empresa, praticamente todos os formatos de conteúdo usados no portal.

Da mesma forma, oferecemos artigos, gráficos, vídeos, indicações de produtos e serviços, cursos, e-books, cursos online e presenciais. Ainda definimos centenas de termos no maior glossário de marketing digital da internet, ou seja, todas as informações em um só lugar.

Nossa prioridade é o conteúdo, assim, comente, indique assuntos que gostaria que tratássemos e participe das discussões.

E aí, gostou da ideia de derivação de conteúdo?

Co-fundador da MarketingDigital.com.br, Alex Moraes é especialista em Marketing Digital. Após diversas conquistas na prestação de serviços na agência digital de seu irmão, o designer Anderson Moraes, mudou o foco da empresa, a Clicktime Marketing e Design, para a educação. A MarketingDigital.com.br é um hub de troca de informações, com muito conteúdo próprio e de parceiros, glossário, guia de prestadores de serviços (agências e profissionais), agenda de cursos e eventos e tudo mais que se refira a Marketing Digital.

101 artigos publicados