Mobile Marketing – Como Atrair Clientes Usuários de Celulares e Tablets

mobile marketing
Este artigo é o 1º de uma série.
Ao final do artigo você terá links para ir direto para as outras partes

O Que o Mobile Marketing Pode Significar Para O Seu Negócio?

Definimos Mobile Marketing como o conjunto de práticas que permite que pessoas e organizações se conectem com sua audiência, de forma interativa e relevante, por meio de dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Esta é a 1ª parte de 3 artigos sobre mobile:

Números do mercado mobile

Vejamos alguns incríveis números do mercado potencial:

  • São 5 bilhões de usuários no mundo e, no Brasil, mais de 230 milhões de smartphones, além de 5 milhões de tablets.
  • Desde 2015 o uso da internet móvel ultrapassou o uso da web por desktops e notebooks. Hoje mais de 60% dos acessos à internet de dão por celulares.
  • Mais 60% dos usuários de redes sociais acessam as mesmas via dispositivos móveis.
  • A maioria dos usuários de celulares mantém seus aparelhos ao alcance direto 24 horas por dia.
  • Há anos se vendem mais smartphones que computadores pessoais.
  • A maioria das pessoas passa muito mais tempo acessando seus dispositivos móveis que acessando mídias impressas como jornais e revistas.
  • Tendência mais recente, cupons de desconto remetidos para celulares são 10 vezes mais utilizados que os remetidos por meios tradicionais.
  • 80% dos celulares vendidos têm televisão.

Assim, com esses dados, se você ou sua agência digital considerarem o mobile marketing como uma tendência está na hora de rever esse conceito. O mobile marketing é uma realidade, principalmente para negócios locais e já é imprescindível para qualquer tipo de negócio.

Como as pessoas usam os aparelhos móveis impacta no seu mobile marketing

Para seu posicionamento, saiba o que as pessoas mais fazem com seus celulares e tablets:

  • Acessam redes sociais.
  • Usam aplicativos, os apps, principalmente jogos.
  • Acessam sites.
  • Remetem e leem e-mails.
  • Remetem e leem mensagens de texto.
  • Fazem buscas.
  • Ouvem música.
  • Veem vídeos.
  • Leem notícias.
  • Veem a previsão do tempo.
  • Veem televisão.
  • E elas até fazem ligações telefônicas…

O que isso significa para seu negócio?

Você tem que oferecer uma versão perfeitamente funcional de seu site para celulares e tablets.

O que dizem as pesquisas

Ter uma versão de site adaptada para dispositivos móveis é primordial, mas precisamos de mais informações para fazermos um planejamento de mobile marketing. Pesquisas informam que:

  • A maioria dos usuários considera os sites em que navegam “muito ruins” (era a pior opção disponível no questionário) para o acesso por aparelhos móveis. Assim, o simples fato de você oferecer meios decentes de acesso e navegação já é um grande plus.
  • Sites móveis que demoram mais de 5 segundos para carregar fazem até 25% das visitas desistirem de acessá-los.
  • A conversão é melhor e mais rápida, visto que as buscas em dispositivos móveis que resultam em uma ação (compra, escolha, cadastro), isso acontece, em 70% dos casos, em até 1 hora após a pesquisa.
  • Além disso tudo, as pessoas consideram que empresas que têm sites adaptados para dispositivos móveis são mais bem estruturadas.

Assim, considerando esses fatos, é importante que seu site móvel garanta ao visitante:

  • A usabilidade apropriada.
  • Um carregamento rápido.
  • Ter, se aplicável, versões locais de acordo com a localização dos visitantes (geo-targeting).
  • Se houver e-commerce, que essa estrutura seja simples e direta.

Em resumo, já que por agora já conseguimos constatar a importância de incluir o mobile marketing nos seus planos de negócios e marketing. Passemos a analisar, de acordo com seu caso específico, quais as ações diretamente relacionadas à sua estratégia de marketing devem ser utilizadas.

Como estruturar seu mobile marketing

Assim, considere, sempre:

  • Ter um site adaptado para celulares e tablets.

O design responsivo reduz o tamanho do site até se adaptar para o tamanho da tela de um celular. Em outras palavras, reduz-se as áreas do site até ele ficar com o mínimo necessário para poder ser visualizado em telas menores. Para portais ou site maiores, se a adaptação automática for inviável, é preciso fazer uma versão do site específica para móveis. Assim, quando o site for acessado por celular ou tablet, essa versão de site é que deve ser apresentada.

Se você levar as instruções do Google ao pé da letra, já que eles dizem claramente isso, você devia fazer um site para mobile e adaptá-lo para desktop…

  • Usar mensagens de texto como ferramenta de mobile marketing.

Envie mensagens com conteúdo de interesse, cupons de desconto, informações de eventos ou promoções próximas. Sempre remeta essas mensagens com permissão dos destinatários. Essa possibilidade, apesar de envolver pouco conhecimento técnico e custo razoável, tem historicamente altas taxas de ROI. Hoje, os aplicativos de mensagens, encabeçados pelo WhatsApp, são ferramenta de marketing visto que  são muito mais efetivos que os SMSs.

  • Usar códigos QR.

Os códigos QR proporcionam acesso imediato às informações, desta forma pense em maneiras criativas de se conectar com sua clientela com os códigos QR. Forneça informações completas sobre seus produtos, conteúdos extras acessíveis apenas via código, apresente sua versão de página para mobile, enfim, diferencie-se com essa possibilidade. Aproveite também para vincular negócios off-line com suas versões online.

Desenvolva um aplicativo (app)

Os motivos são tantos que os aplicativos são uma estratégia por si só. Se mais pessoas usam dispositivos móveis para acessar a internet e os aplicativos são uma tecnologia específica para o mobile, os apps se tornam uma necessidade lógica, porque:

  • Facilitam a utilização por seus clientes.
  • Aplicativos usam a tecnologia dos celulares em sua plenitude.
  • Torna mais rápido o acesso à sua oferta ou conteúdo.
  • São muitas as ferramentas de fidelização e comunicação que podem ser integradas aos apps.
  • Pessoas passam mais tempo em aplicativos que browsers.
  • Em média, um smartphone tem 40 aplicativos instalados.
  • Como negócios, produtores de aplicativos devem multiplicar seu faturamento por 10 até 2022.
  • Você pode oferecer vantagens diferenciadas para quem fizer download do seu app.

É suficiente?

Mobile marketing local

E, se seu negócio tiver lojas físicas e/ou abrangência regional, busque:

  • Uso local

Utilizar o mobile marketing para se manter conectado principalmente com seus usuários locais. Por que locais? Porque a tecnologia móvel mudou a forma como as pessoas fazem suas compras, ao permitir uma interação incrível com seu mercado local.

Você está numa determinada região e consulta no Google o melhor lugar para almoçar, ou comprar flores, os resultados apresentados são locais, isto é específicos para a região de onde se busca. Eles apresentam, também as notas que os usuários dão para o serviço, comentários, mapas e uma série de informações úteis. Isso criou uma variante do SEO, determinado SEO local, que é a otimização para que o site atenda demandas específicas para essas buscas locais.

Eles mostram as opções perto de onde você está. Assim, se você tem um negócio regional, você tem que anunciar nas mídias sociais e nas ferramentas locais, além de fazer um bom trabalho de mobile marketing, SEO local e trabalhar o Google Meu Negócio.

  • Usar o bluetooth marketing

Você pode se comunicar com potenciais clientes que estejam bem próximos de sua loja, desde que estejam com o Bluetooth de seus celulares ligados. O alcance é restrito, mas amplificadores de sinais podem estender um pouco a ação.

Ofereça algum cupom de desconto para quem estiver olhando sua vitrine ou convide quem estiver passando para entrar, por exemplo.

Busque estimular seus clientes a fazer comentários (reviews) no Google, pois grande parte dos usuários analisam as informações que outros clientes publicaram para escolher o serviço que utilizarão.

Seja da forma que for, o mobile marketing não pode deixar de constar de seu planejamento de marketing digital, pois ele já deixou de ser tendência há muito tempo.

Co-fundador da MarketingDigital.com.br, Alex Moraes é especialista em Marketing Digital. Após diversas conquistas na prestação de serviços na agência digital de seu irmão, o designer Anderson Moraes, mudou o foco da empresa, a Clicktime Marketing e Design, para a educação. A MarketingDigital.com.br é um hub de troca de informações, com muito conteúdo próprio e de parceiros, glossário, guia de prestadores de serviços (agências e profissionais), agenda de cursos e eventos e tudo mais que se refira a Marketing Digital.

91 artigos publicados