Comissão de Afiliado – 12 Ideias Para Aumentar Seu Faturamento Como Afiliado

comissão de afiliado - faturamento como afiliado

A comissão do afiliado é diretamente vinculada às suas ações. Veja formas simples de multiplicar seu faturamento como afiliado.

O marketing de afiliados não tolera a inércia, ou, de forma mais abrangente, a internet não tolera sequer movimentos lentos. A comissão do afiliado pode ser o modelo faturamento de um negócio, então, se o faturamento estiver bom, sempre há margem para melhora e, se não estiver, também é possível virar o jogo.

Analise vários programas antes de escolher quais irá promover. Obviamente, o ideal é promover um programa que lhe permita obter o maior lucro no menor tempo possível, mas há vários outros fatores a se considerar na seleção de um programa de afiliados. Clique para um artigo com um glossário de termos de e uma lista de possibilidades dos programas de afiliados.

Listo, abaixo, 12 ideias que, bem aplicadas, podem incrementar sua comissão de afiliado. Elas são:

  1. Estude os comentários e escolha anunciantes que tenham uma estrutura de comissões generosa e bons reviews, e, ainda, quem tem um sólido histórico de pontualidade no pagamento de seus afiliados.

    Pesquise, também, que produtos se encaixam com seu público-alvo e área de atuação, com tendência de procura em alta.

    Verifique, principalmente, o que é dito do contrato de afiliação e veja se há comentários de cláusulas vagas ou abusivas.

    Existem milhares de programas de parceria, o que lhe dá razões para ser exigente.

  2. Participe de grupos no Facebook com interesse no assunto tratado pelo anunciante com quem você tem parceria.

    Participe, inicialmente, apenas agregando comentários e participações de valor. Comece conversas sem tentar vender, mas ajudando e indicando soluções.

    Com o tempo, essa participação conferirá autoridade e só aí você deve oferecer o produto que está revendendo.

  3. O número de afiliados deve ser analisado sob 2 pontos de vista. Se muitos confiam, há maior chance de o programa ser bem estruturado e lucrativo.

    Em contrapartida, se muitos vendem os mesmo produtos, há mais concorrência, e cabe a você analisar se você conseguirá oferecer diferenciais que consigam destacá-lo entre os afiliados do mesmo programa. A partir daí, seu faturamento como afiliado só cresce.

  4. Crie um e-book para distribuição grátis, com informações sobre os produtos que representa e links com código de afiliado para o site do anunciante.

    Faça, por exemplo, um e-book sobre máquinas fotográficas, com descrições elaboradas e um comparativo de modelos.

    Você pode, igualmente, postar este conteúdo no seu site ou blog e permitir o acesso apenas mediante cadastro.

    Elabore ao máximo o conteúdo, de modo que ele demonstre seu conhecimento sobre o assunto.

    Ao final mostre os modelos analisados com links para lojas às quais você seja afiliado. Para afiliados profissionais essa é o forma que mais converte em comissão de afiliado.

  5. Cadastre os endereços de e-mail de quem baixar seus e-books gratuitos e mantenha contato.

    Cadastrando o usuário, além de diminuir a chance de endereços falsos você ainda pode manter contato com o cadastrado.

    É um fato comprovado que a maioria das pessoas não faz compras na primeira visita. Você pode precisar mandar mensagens algumas vezes a fim de fazer uma venda. Esta é a principal razão pela qual você deve coletar as informações de contato das pessoas que baixaram os seus relatórios ou e-books.

    Mantenha contato, enviando boletins eletrônicos com conteúdo de valor e, com o tempo, proponha novamente a compra.

  6. Comece o seu próprio diretório de programas de afiliados.

    Se você participa de um grande número de programas de afiliados, liste todos em um diretório no seu site, agregando comentários de sua experiência com cada programa.

    Alguns programas, os que têm 2 camadas (2-tier), pagam a quem conseguir novos afiliados uma parcela da comissão conquistada pelos afiliados indicados.

  7. Quando permitido, faça você mesmo seu anúncio (banner ou texto de venda).

    Você conhece melhor do que ninguém seu público, assim, como na maioria das vezes a publicidade oferecida ao afiliado é padrão, um anúncio específico, desenvolvido por você, pode ter melhores resultados.

    Se todos os outros afiliados usam os mesmos anúncios, você não tem vantagem sobre seus concorrentes. Certifique-se que o anunciante permite essa possibilidade, pois muitos programas estão estruturados, por motivo de segurança, para ser pouco flexíveis.

    Busque agregar valor à oferta, propor melhoras no produto, participar de forma ativa nessa parceria. Assim, procure programas e produtores que aceitem essa participação.

  8. Use o endosso pessoal, o respaldo, logicamente caso você realmente conheça e confie no produto ou serviço.

    Primeiramente escolha produtos bons para oferecer. É, acima de tudo, errado (e deprimente) enganar as pessoas, oferecendo produtos da chamada área cinza. Se você não compraria, não venda. Eu indico a Hotmart para programas de afiliados de infoprodutos.

    Dito isso, informe às pessoas os tipos de benefícios e resultados que você recebeu usando o referido produto ou serviço.

    Lembre-se que a comissão do afiliado cresce tanto maior e melhor for a informação que é oferecida.

  9. Anuncie o produto que você está revendendo na sua assinatura de e-mail ou de participação em fóruns.

    Use uma chamada inspirada, a fim de dar uma boa razão para que visitem o seu site.

    Sempre evite o spam, tanto no e-mail, quanto nos fóruns.

  10. Crie um site para ser o ponto de encontro de interessados no assunto que você trata e use-o como um serviço pós-venda.

    É mais fácil vender novamente para quem já confiou em você uma vez, do que para alguém que acabou de conhecê-lo.

    Isso vale, principalmente, se tudo funcionou bem na primeira compra.

  11. Se alcançar bons números com suas campanhas, peça diretamente aos anunciantes aumento da sua comissão, descontos exclusivos ou ofertas especiais.

    Se o comerciante for inteligente, ele provavelmente vai considerar seu pedido. E você vai aumentar o faturamento como afiliado.

    Tenha em mente que o risco do comerciante com o programa de afiliados é quase zero e o investimento, relativamente baixo. Assim, não tenha vergonha de pedir tratamento diferenciado, caso você mereça, e sempre sendo razoável nessa negociação.

  12. Use páginas exclusivas a fim de oferecer cada produto ou serviço.

    Não existe venda fácil, e se ganhar dinheiro já foi fácil em alguma época, agora é uma hora de transição em que ninguém está jogando dinheiro fora.

    Escreva conteúdo, trabalhe o SEO de cada página, dedique-se. Pode ser difícil, mas, quando dá certo, o modelo está criado. Aí é só replicar para outro produto, e outro, e outro.

    Multiplica-se o trabalho, mas este se torna mais simples, por ser repetição. Ah, o faturamento também se multiplica na mesma proporção.

Até pouco tempo atrás, usar anúncios em links patrocinados era uma boa opção a fim de conseguir compradores para os produtos que você indica, na chamada arbitragem.

Com o aumento da concorrência e alterações ocorridas no Google, sites criados exclusivamente para servirem de trampolim para afiliados perderam muita força, praticamente inviabilizando esta alternativa.

Em resumo, faça muitas contas e experiências para confirmar as melhores ações. Afinal, a comissão de afiliado está diretamente vinculada à sua capacidade de agir e reagir.

Experimente essas estratégias e perceba a diferença que podem fazer no seu faturamento como afiliado em um curto espaço de tempo.

Co-fundador da MarketingDigital.com.br, Alex Moraes é especialista em Marketing Digital. Após diversas conquistas na prestação de serviços na agência digital de seu irmão, o designer Anderson Moraes, mudou o foco da empresa, a Clicktime Marketing e Design, para a educação. A MarketingDigital.com.br é um hub de troca de informações, com muito conteúdo próprio e de parceiros, glossário, guia de prestadores de serviços (agências e profissionais), agenda de cursos e eventos e tudo mais que se refira a Marketing Digital.

89 artigos publicados