fbpx

Comércio do Conhecimento – Como Usar Sua Experiência Para Empreender

comércio do conhecimento

Você sabia que existe uma indústria de comércio do conhecimento que não para de crescer? E mais, você tem noção que sua experiência pode ser do interesse de muita gente?

O ser humano desde sempre procurou criar o moto contínuo, isto é, uma máquina que produzisse mais energia do que gastasse, e, assim, que nunca pararia de funcionar. O comércio do conhecimento (knowledge commerce) parece ser a solução para isto.

Empreender a partir do conhecimento é um tipo de moto contínuo. Todos nós temos conhecimentos, informações, habilidades e ideias que são do interesse de muita gente. Entretanto, informação e conhecimento que não são compartilhados não transformam, não produzem energia.

Quando você compartilha esses conhecimentos e forma um grupo de pessoas com interesses comuns, a mágica da transformação acontece. As pessoas do grupo acrescentam ideias que aprimoram cada vez mais o conhecimento, que passa, então, a ser do interesse de ainda mais pessoas.

Empreender pelo oferta de conhecimento gera uma energia não acaba nunca. É um processo que se retroalimenta.

Prefere acessar este conteúdo em vídeo? Clique abaixo.

O comércio do conhecimento

Einstein já dizia: “The only source of knowledge is experience”. “A única fonte do conhecimento é a experiência.”

O knowledge commerce é uma possibilidade quando se cria um método a partir do conhecimento e da experiência.

Montar uma franquia tem mais chance de dar certo do que uma loja idêntica que seja única. Isso, porque franqueador já passou por muita coisa, já errou, corrigiu e detalhou um modelo e finalmente criou um processo que diminui o risco de problemas e aumenta a chance de acerto. Por isso, ele cobra mais por seu conhecimento, sua experiência e por seu método. Agora, pode dar errado? Claro que sim.

O que proponho a você é empreender com esse pensamento. Sua maturidade já o(a) fez viver muito, errar, acertar, corrigir e isso lhe dá a capacidade de antecipar uma possibilidade com melhores chances de sucesso, isto é, criar um processo com boa chance de sucesso.

Cadastre-se para receber informações de publicações sobre empreendedorismo na maturidade.

empreendedor maduro
Informe-se de novas turmas

 /  / 

Todos somos experts em algum assunto. Seja por habilidade, vivência, estudo por qualquer outro meio, existe um ou mais assuntos que você domina. E você pode transformar esse conhecimento em um empreendimento. Enfim, do que você sabe, ninguém pode, com mais propriedade do que você, idealizar um caminho mais curto, um modelo mais ajustado, uma melhor forma de fazer, conhecer ou conquistar algo. A sua experiência, habilidade ou conhecimento me permitem considerar isso.

O segredo está em começar

Alex, mas o que eu sei tanto assim, que pode despertar o interesse de outras pessoas? Além disso, eu tenho 18 anos, eu tenho mais de 60 anos, eu não tenho experiência alguma com o digital, eu sou servidor público e nunca trabalhei nos mercados privado ou autônomo!

Aí está a beleza do empreendedorismo. Há espaço para todo o tipo de empreendedor. E as formas de chegar ao comércio de conhecimento. O conhecimento pode vir de aprendizado direcionado, de estudo formal, de habilidades, de experiência de vida ou trabalho… são muitas as formas de se ter ou obter conhecimento para repassar.

Eu, por exemplo, comecei a empreender a partir de um desejo pessoal. Para atingir esse objetivo, estudei muito que acabei me transformando em expert, detentor de um conhecimento que fui descobrir mais tarde era de interesse de muita gente. Leia minha história no empreendedorismo.

O interessante é que o comércio do conhecimento dá poder aos mais maduros. Em termos de experiência, habilidade e conhecimento, antiguidade é posto. Veja este outro conteúdo sobre o comércio do conhecimento para maduros.

O fato de ter nascido em uma época digital cria para os jovens grandes possibilidades! São muitos os que estão capitalizando nisso e que nem partem para ter um emprego. Eles fazem do empreendedorismo seu ganha-pão.

Servidores que já passaram com sucesso por concursos, profissionais que têm formação e empregos de alta demanda, todos podem, igualmente, partir para empreender.

E não basta ter conhecimento. É preciso ter experiência, seguir um método testado e aprovado e partir para a ação. E quanto antes você partir, maior será sua chance de sucesso.

A indústria do knowledge commerce é muito lucrativa

Formalmente, o modelo que apresento se chama comércio de conhecimento (knowledge commerce). Ele é mais conhecido pela criação de infoprodutos, produtos digitais como e-books e cursos online, além de serviços para membros. O comércio do conhecimento é o motor do novo empreendedorismo.

Primeiramente, o comércio do comércio é a opção de empreender com menor tempo de recuperação do investimento, além de ter os menores tempo de preparo e custo de produção. Afinal, produtos digitais não têm compras, estoque, são muitas plataformas para cuidar de tudo, do armazenamento à apresentação do conteúdo, da venda ao atendimento. Essas plataformas só faturam quando você é bem-sucedido.

Você, também, pode produzir o curso ao longo do processo de lançamento e vendas, a fim de atender as expectativas a partir do feedback da sua audiência.

Sempre se falou da diferença entre a teoria e a prática. Por isso, no knowledge commerce, o que é passado são conhecimentos diversos, não necessariamente científicos, ensinados por meio de um modelo que não tem a pegada formal das escolas.

No estudo formal, o conhecimento normalmente replica literalmente o que foi aprendido formalmente, a teoria. Em contrapartida, no comércio do conhecimento, empacotamos o ensinamento com base na experiência de vida e na prática.

Um modelo é geral, o outro, pessoal, mas, na atual expectativa de que tudo seja rápido e prático, o ensino pelo exemplo será sempre o preferido.

Por isso, preferimos histórias a conteúdos impositivos, prática à teoria, experiências à suposições.

Empreendedores se aproveitam das oportunidades criadas pela internet para compartilhar seu conhecimento e ganhar com isso, já que, por mais que o ensino formal esteja também sendo oferecido online, o modelo de transmissão de informação continua o mesmo, o que muda é o meio.

Entretanto, no comércio de conhecimento além de mudar o meio, muda, também, a forma.

O mercado para o comércio do conhecimento

E, se você tem dúvidas quanto ao mercado consumidor, e fica se perguntando se há realmente gente interessada nisso, é fácil saber.

Repare no crescimento de certas ocupações entre 2003 e 2013 nesta pesquisa do Censo Americano sobre trabalho de arte e conteúdo.

comércio do conhecimento

O crescimento no número de trabalhadores por conta própria aumentou absurdamente. E olha que o estudo tem 6 anos.

Alguns trabalhos são típicos de autônomos e teletrabalho, mas o maior crescimento percentual vêm de atividade ligadas ao conhecimento como escritores, fotógrafos e outros conteudistas.

O cursos não-formais do comércio do conhecimento tendem a ser voltados para uma rápida implementação, a fim de se tornarem uma opção de trabalho. Os micro cursos são, hoje, uma realidade inclusive nas escolas formais.

A oferta de soluções rápidas por meio de guias passo a passo tem, igualmente, o plus do ganho de tempo e da implementação instantânea, o apelo das respostas rápidas para demandas imediatas. Por exemplo, onde você buscou informação para uma necessidade específica, recentemente? Garanto que foi no Google ou no Youtube.

Troque o pneu com o carro andando

Apresento, ao longo do site, dezenas de exemplos. Eu mesmo tenho cursos online criados a partir de conhecimentos de marketing digital, Estados Unidos, empreendedorismo e outros que adquiri ao longo do tempo. Você, igualmente, com toda a certeza tem conhecimentos, habilidades, experiências ou paixões que podem ajudar você a se tornar um empreendedor, ao mesmo tempo em que promove transformações positivas na vida e nos negócios das outras pessoas. Quer saber como monetizar seu conhecimento e experiência? Conheça o Empreendedor Maduro.

E os assuntos tratados nesses cursos, assim como em outros conteúdos da Marketing Digital, são os mais variados possíveis. Reafirmo, sem correr o risco de ser impreciso, que para todo tipo de conhecimento há muita gente interessada.

Tomara que que eu consiga mostrar a você que tem muita coisa que você sabe que pessoas pagariam para aprender…

Co-fundador da MarketingDigital.com.br, Alex Moraes é especialista em Marketing Digital. Após diversas conquistas na prestação de serviços na agência digital de seu irmão, o designer Anderson Moraes, mudou o foco da empresa, a Clicktime Marketing e Design, para a educação. A MarketingDigital.com.br é um hub de troca de informações, com muito conteúdo próprio e de parceiros, glossário, guia de prestadores de serviços (agências e profissionais), agenda de cursos e eventos e tudo mais que se refira a Marketing Digital.

103 artigos publicados