fbpx

Você Está Velho Para Ser Um Empreendedor? Existe Velho Para Empreender?

velho para empreender velho para ser empreendedor

Pare e se pergunte: você já deu a sua cota? Você acha que está muito velho para começar uma nova fase, velho para empreender?

O fundador do MC Donalds alavancou os negócios da rede com 52 anos, o da Coca Cola , 55 anos quando criou seu negócio, o da IBM, 61. Jorge Lemann, bilionário brasileiro, de 80 anos, recentemente criou uma rede de escolas com um novo modelo de ensino. Guardadas as devidas proporções :), eu me tornei um empreendedor do comércio do conhecimento aos 51 anos, na internet, sem ter a menor noção técnica. Existe velho para empreender?

Bem, talvez você tenha comprado a ideia que o mercado vende, de que quem já passou de uma certa idade está velho para produzir com qualidade. Acho que podemos e devemos buscar mais de nossas vidas e, peço sua atenção para mostrar uma possibilidade.

Olá, eu sou Alex Moraes, tenho 56 anos, não tenho noção técnica alguma e eu me tornei um empreendedor no modelo que proponho, comércio do conhecimento, aos 51 anos, na internet. E deu certo, muito certo…

Cadastre-se para receber informações de publicações sobre empreendedorismo na maturidade.

empreendedor maduro
Informe-se de novas turmas

 /  / 

Eu afirmo, sem sequer conhecer suas características pessoais, ou sua vida, que você também pode empreender com sucesso, independentemente de ser maduro, de já ter um emprego, perto de se aposentar ou mesmo de já ter se aposentado, mesmo se você passar longe da tecnologia.

E mais, o modelo de empreendedorismo que vou te apresentar utiliza sua experiência, sua maturidade ou uma paixão sua como base, o seu conhecimento como fonte e a tecnologia digital como meio. Quanto mais experiência de vida melhor! Tudo é possível, repito, sem você precisar ser um técnico. O passo a passo que apresento é o mais simples e direto, inclusive para leigos digitais.

Veja no vídeo abaixo o que digo sobre a balela de velho para empreender:

Acompanhe este vídeo até o final e eu garanto que você vai se descobrir ou confirmar um empreendedor, uma condição que podia estar desconhecida, oculta ou adormecida por aí, mas que pode (e deve) aflorar para permitir que você compartilhe com todo mundo sua experiência, sua expertise ou seu conhecimento.

Por que você deve me escutar: não existe velho para empreender

Deixe-me contar rapidamente a minha história. Não como auto exaltação, mas para você ver como o meu caminho provavelmente é semelhante ao seu em muitas partes.

Sou carioca, de origem bem humilde, e hoje fico entre Orlando, Flórida, onde moro oficialmente, e Brasília, onde fica minha empresa. Há 8 anos lancei o portal MarketingDigital.com.br, um portal tem foco em Educação, nas áreas de Empreendedorismo e de Marketing Digital.

Ao mesmo tempo que sou empreendedor, sou servidor público federal, concursado, e trabalho em teletrabalho. Alternei longos períodos de licenças sem vencimento com também longos períodos de atividade. Minha formação completa é em Administração de Empresas depois de passar por boa parte do curso superior de Estatística, e menores períodos pelos cursos de Matemática e Administração de Sistemas (curso não técnico).

A minha aventura nos negócios começou há muito tempo, entre 1997 e 1998, a partir de um desejo pessoal, mas com o comércio do conhecimento, modelo que apresento neste curso, comecei em 2015, aos 51 anos. Eu não me sentia velho para empreender.

Como já disse, apresentarei um modelo que replica o caminho que percorri, pois desse caminho conheço os sucessos e os fracassos e, como numa franquia, espero que você consiga pular os problemas para ir direto ao que dá certo. Eu já errei muito e pretendo ajudá-lo(a) a não cometer esses erros.

Passei de um leigo digital, sem nenhum preparo nas áreas técnicas ou tecnológicas a um empreendedor digital serial. Aprendi fazendo e mostrarei a você como você também poderá transformar-se em um empreendedor digital, independente de formação ou área de atuação.

A apresentação do método

Apresentarei minhas ideias e como as usei, sempre em um caso real. Aliás, todo este empreendimento, o Empreendedor Maduro, está sendo feito utilizando rigorosamente as técnicas que indicarei para você começar seu caminho no empreendedorismo.

Não apresentarei sonhos, mas técnicas utilizadas por mim em meus negócios, e, espero que você perceba que o caminho que proponho pode perfeitamente ser trilhado por você, na sua vida de empreendedor.

Se gosta de formalidades e quiser ver o resumo constante de meu perfil profissional no LinkedIn clique no link: https://www.linkedin.com/in/alexmoraes/

Lá, para quem gosta de números, está a comprovação de alguns números absurdamente altos para alguém que começou tarde, empreendeu grande parte do tempo como plano B, com estruturas minimalistas baseadas em home offices, e que trabalha na internet, sem ser técnico.

E tudo parte dessa possibilidade: você pode ser um empreendedor bem-sucedido estudando bastante, investindo comparativamente pouco e usando a sua experiência como combustível de transformação.

Percebi também que muita gente aprende a lançar seu produto, a vender, a escalar, mas não sabe fazer o básico como descobrir sua habilidade, planejar seu negócio e criar um produto ou serviço viável. O processo de descoberta, planejamento e desenvolvimento do produto são anteriores a qualquer lançamento e não podem ser desprezados. Só com planejamento um negócio consegue alcançar uma característica primordial, a sustentabilidade.

Por que você, maduro, deve empreender? Porque não existe algo como velho para empreender

Aos jovens sobra vontade de empreender e falta experiência. O oposto acontece com os mais experientes, que tendem a ser excessivamente analíticos e precavidos, apesar de terem a experiência trabalhando a seu favor.

Deixe-me explicar porque eu decidi trabalhar com pessoas maduras. Neste site eu tenho uma audiência na sua maioria entre os 18 e 35. Acontece que dava muitas palestras e nelas muitas pessoas maduras vinham conversar comigo e perguntavam porque eu não conversava com elas. Você visivelmente se dirige às pessoas mais novas. E eu vi que isso era verdade, não por discriminação, mas pelo que as estatísticas de minha audiência mostravam.

Então notei que minha história inspirava pessoas da minha faixa etária. O fato de eu ter começado a empreender tarde, e de ter produzido meu primeiro curso aos 51 anos meio que me tornou um exemplo para os mais maduros. Assim, eu decidi tornar isso um compromisso, eu contar minha história, inspirar pessoas maduras a buscarem seguir um caminho parecido com o meu e prepararia um curso totalmente voltado para o público maduro. E isso, principalmente, porque eu sei que a experiência é chave no sucesso deste tipo de empreitada. Se hoje eu posso ensinar marketing digital e empreendedorismo é porque eu tive muito tempo para adquirir o conhecimento vindo da minha experiência real. Ao invés de velho para empreender, fiquei maduro e experiente para ensinar.

E como eu cheguei ao Empreendedor Maduro? Eu reconheci o momento difícil deste público, tanto em termos de motivação profissional, como de situação financeira ou perspectivas de futuro próprias ou de seus filhos. Então eu vislumbrei uma possibilidade implementar uma transformação positiva na vida dessas pessoas, planejei o modelo, desenvolvi o produto e criei um (novo) negócio. Empreendi.

Que assuntos têm demanda

Assim, basta haver um problema para o qual você tenha a solução. Liste os conhecimentos que você se sente apto a compartilhar, identifique como se conectar aos que precisam dessas informações e a possibilidade de empreender está criada. Novamente, para todo e qualquer assunto há demanda por conhecimento. Vou mostrar que não existe o tal do velho para empreender.

Em resumo, eu conheço pessoas maduras que empreendem com seu conhecimento nos mais diversos ramos, como fotografia, artesanato, bordado, culinária, investimentos, coaches nas mais diversas áreas, ioga, recursos humanos, música, direito ambiental, RH, gratidão, desenho, ética, astronomia, religião ou meditação.

Então, se querem aprender a bordar, ensine bordado. Se querem mais controle pessoal, ofereça serviço de life coaching. Querem receitas de culinária árabe, ofereça um curso de esfiha. E isso vale para fotografia, marcenaria, calos, História, viagens, Física nuclear, unhas, música, drones… eu ficaria o vídeo inteiro listando as possibilidades. E não se trata de abrir uma loja, contratar empregados, ter despesas com água, luz, telefone, aluguel. Bastar ensinar por meio da internet. Para tudo, absolutamente todo e qualquer assunto, há demanda de conhecimento.

Não apenas seu conhecimento ou expertise podem virar um produto, mas também um hobby, um dom, uma paixão pode ser de grande valor para muita gente. E, acredite, você detém conhecimento em algum assunto em que há muita gente interessada, fruto de sua experiência. É sua hora de mostrar que não existe algo como velho para empreender. O modelo que apresento usa o meio digital porque a Internet facilita tanto a descoberta de seu público como a sua oferta de seu conhecimento. E o investimento é substancialmente menor, e o lucro, bastante interessante.

Por que empreender no digital?

A pandemia nos mostrou que o risco do digital também é muito menor. Todos os negócios são afetados pelo momento da economia, política, saúde, mas os negócios físicos são bem mais.

Nesse sentido, quanto mais experiente, mais chances de você ter conhecimentos diversos. Pode ser, também, que os mais novos estejam em busca de ideias muito inovadoras, disruptivas, quando boa parte mercado está procurando conhecimentos básicos ou específicos.

Igualmente, montar uma franquia tem mais chance de dar certo do que uma loja idêntica que seja única. O franqueador já passou por muita coisa, já errou, corrigiu e detalhou um modelo e finalmente criou um processo que diminui o risco de problemas e aumenta a chance de acerto.

Assim, seja, você, maduro, a ponte que liga o desejo de aprender com o conhecimento. E não pense que isso demanda uma tecnologia de ponta, fora do alcance de leigos em tecnologia. Todas as ferramentas estão disponíveis, muitas até sem custo e seu uso é muito mais simples e intuitivo do que você pode pensar.

A sacada que permite que você empreenda usando a tecnologia como sua aliada, mesmo não sendo técnico é simples e ajuda a decisão. Associe-se a um jovem com habilidades técnicas e mais acostumado com as possibilidades tecnológicas. Não existe algo como velho para empreender. Quer saber mais? Conheça o Empreendedor Maduro!

Co-fundador da MarketingDigital.com.br, Alex Moraes é especialista em Marketing Digital. Após diversas conquistas na prestação de serviços na agência digital de seu irmão, o designer Anderson Moraes, mudou o foco da empresa, a Clicktime Marketing e Design, para a educação. A MarketingDigital.com.br é um hub de troca de informações, com muito conteúdo próprio e de parceiros, glossário, guia de prestadores de serviços (agências e profissionais), agenda de cursos e eventos e tudo mais que se refira a Marketing Digital.

103 artigos publicados